quarta-feira, 11 de maio de 2011

Quatro presentes



Presente, tal como qualquer bem durável, logo perde valor. Fica gasto, empueirado, sem sentido.


Mas isso não acontece (nem acontecerá!) com os quatro presentes que recebi ontem: amizade, confiança e carinho. E foram de tantas formas e pessoas que mal tive dedos para contabilizá-los. Serei eternamente grato pelas demonstrações, a distância ou presenciais, de tanto afeto. Como disse a uma amiga, espero ser capaz de retribuí-los sempre, porque é o mínimo que vocês merecem.


E vamos parando por aqui, porque isso está ficando piegas demais.. rs


Peraí! Eu disse QUATRO presentes.. mas só relacionei TRÊS! Então qual é esse quarto presente?! Esse, por ser tão especial quanto a pessoa que me presenteou, segue em separado, aqui embaixo:




Lira dos seus 28 anos


"Quisera eu te dizer
que nem sempre sera com sorrisos que a vida será alegre
Que seu choro nunca é em vão quando se reflete
Ainda que com dissabores,
Celebre
Sinta o limitrofe do maduro e do frescor,
Das amizades saiba que o que mais colhe é o amor
Ouse, quebre e chegue a frente
E ainda que do abismo esteja rente, não pense em voltar
A adrenalina da queda é do piso
Desejo que com beijos doces lhe encaminhem ao riso
Ao lugar que você mais merece
O topo de si mesmo"




H (Te adoro, Peppers!)

Um comentário:

P. disse...

snif, snif... q presente lindo Pat! O H merece mesmo. Coisa "bunita" de se ver essa ammizade entre vcs! =D